quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Scorpions – Return to Forever (2015)




Scorpions – Return to Forever (2015)
(RCA/SevenOne Music – Importado)

01. Going Out With A Bang
02. We Built This House
03. Rock My Car
04. House Of Cards
05. All For One
06. Rock 'N' Roll Band
07. Catch Your Luck And Play
08. Rollin' Home
09. Hard Rockin' The Place
10. Eye Of The Storm
11. The Scratch
12. Gypsy Life

Quando do lançamento de Sting in the Tail (10), o Scorpions anunciou que o mesmo seria seu ultimo álbum e que a turnê que se seguiria a ele, seria a despedida dos palcos para a banda. Mas tudo funcionou tão bem nesse período que a idéia da aposentadoria foi deixada de lado e agora, completando 50 anos de carreira, resolveram lançar mais um álbum de estúdio, Return to Forever, que reúne faixas que ficaram de fora de trabalhos clássicos dos alemães, como Blackout (82) e Love at First Sting (84) e material novo composto a partir de 2011. E o que esperar desse novo trabalho?
Primeiro, devemos lembrar que essa é a mesma banda responsável por clássicos nos anos 70 e 80 como In Trance (75), Taken by Force (77), Lovedrive (79), Animal Magnetism (80), Blackout (82), Love at Fist Sting (84) e Savage Amusement (88), dentre outros. Sendo assim, não existe qualquer tipo de dúvida sobre a capacidade impar do Scorpions de forjar músicas que se tornaram verdadeiros hinos do Rock. Ok, não vou forçar a barra e dizer que temos aqui uma canção com o mesmo impacto de uma “Rock You Like a Hurricane”, para ficar apenas nesse exemplo, mas isso não tira o mérito algum do conjunto de 12 canções (na versão normal) presentes em Return to Forever. Então, tome os vocais inconfundíveis e únicos de Klaus Meine, os ótimos riffs despejados pelas guitarras de Rudolf Schenker e Matthias Jabs, a parte rítmica variada e de qualidade inquestionável de Pavel Maciwoda (b) e James Kottak (d) e claro, refrões grudentos e aquelas baladas que só eles sabem fazer. Ecos daquele Hard Rock oitentista marcam toda a audição, mas ainda sim em momento algum a musica aqui contida deixa de soar fresca e atual, algo que só quem realmente entende do assunto é capaz de fazer. A energia transborda de todas as faixas aqui contidas e os maiores destaques ficam por conta de “Going Out With A Bang”, “Rock My Car”, “Rock 'N' Roll Band”, “Catch Your Luck And Play” e as baladas “House Of Cards”, “Eye Of The Storm” e “Gypsy Life”.
No final, o que temos em Return to Forever é o bom e velho Scorpions de sempre, apresentando seu Hard Rock clássico e de qualidade impar. Você pode querer argumentar que esse não é um Blackout ou um Animal Magnetism, mas a verdade é que os alemães não precisam mais gravar álbuns como esses, pelo simples fato de que eles já o gravaram as mais de 30 anos atrás. Se esse é o último álbum de estúdio do Scorpions eu não sei, mas caso o seja, fecharam a carreira com chave de ouro.

NOTA: 8,5




Um comentário:

  1. Mais um álbum sensacionais desses sessentões!!!!!! Ótima resenha!!!!!

    ResponderExcluir