domingo, 19 de junho de 2016

Fast Review – Resenhas rápidas para consumo imediato!

Hadit - Introspective Contemplation of the Microcosmus (2015) (EP)
(Caligari Records - Importado)


Esse duo italiano se envereda pelos caminhos do Blackened Death Metal, com levadas Doom aqui e ali. Pesado e enérgico, seu som possui uma pegada bem old school e certamente vai agradar em cheio os mais saudosistas. Aliás, o saudosismo aqui é tanto que esse trabalho foi lançado apenas em fita cassete e limitado a apenas 150 cópias. Mas caso tenha ficado curioso em conhecer o Hadit, as músicas também estão disponíveis para audição no Bandcamp da gravadora. (7,5)

________________________________________

Vanagloria - Vestigios de lo inhumano (2016)
(Suspiria Records - Importado)


Apostando em uma sonoridade mais moderna, os espanhóis do Vanagloria mesclam elementos de Thrash, Groove e Industrial, resultando em uma música bem agressiva e com certa dose de crueza. Vale destacar a performance do vocalista Luis Miguel Merino, que mostra boa variação vocal. Não apresentam nada de novo, mas é inegável que possuem bom potencial de crescimento e podem agradar bastante os fãs de sonoridades mais modernas. (7,0)

________________________________________

Cunnilingus - The Return of the Blasphemic Depravation (2016)
(Hellprod Records - Importado)


Após quase 20 anos de estrada, o veterano grupo português finalmente chega a seu debut. Sua música trafega entre o Thrash e o Heavy, com uma pegada bem anos 80, crua, direta e agressiva. Já quanto às letras, a ilustração da capa (na medida para causar polêmica) e o título do álbum e das músicas deixa bem claro o que iremos encontrar: blasfêmias contra o cristianismo, sexo e muita ironia. Se sua praia é os anos 80, vale a pena arriscar conhecer o Cunnilingus. (7,0)

________________________________________

Battle Scream - Virus Mensch (2016)
(Calyx Records - Importado)


Para quem não conhece, o Battle Scream é um grupo alemão que já está em seu 6º álbum de estúdio e aposta em Gothic industrial que tem tudo para agradar fãs de nomes como OOMPH!, Megaherz ou Eisbrecher (mesmo estando abaixo destas). Guitarras pesadas e distorcidas, melodias de fácil memorização e tudo mais que se espera de um trabalho nesse estilo pode ser encontrado por aqui. Se esse tipo de sonoridade é a sua linha, vale tirar um tempo para escutar os alemães. (7,5)

________________________________________

Derdian - Revolution Era (2016)
(Independente - Importado)


Os mais aficcionados por Power Metal Sinfônico, certamente já ouviram falar dos italianos do Derdian. Em seu 6º trabalho de estúdio, resolveram pegar as melhores canções de seus três primeiros álbuns, a trilogia New Era, regravar e, aproveitando-se de que estavam sem vocalista, convidar alguns nomes renomados do estilo para cantar essas novas versões. Então, entre os convidados, temos nomes como Fabio Lione (Angra, Rhapsody of Fire), Ralf Scheepers (Primal Fear), Damnagoras (Elvenking), D.C.Cooper (Royal Hunt) e Apollo Papathanasio (Spiritual Beggars). De novidade, apenas uma música inédita, Lord of War, cantada por Lione. Se curte bandas na linha do Rhapsody, certmente vai gostar. Além do mais, vale pelo time de convidados. (7,0)

________________________________________

Nenhum comentário:

Postar um comentário