quinta-feira, 6 de agosto de 2015

Apple Sin – Fire Star (2015) (EP)




Apple Sin – Fire Star (2015) (EP)
(Black Legion Productions – Nacional)

01. Apple Sin
02. Fire Star
03. Black Hole
04. Poison In My Eyes
05. Darkness of World

Já faz tempo que Minas gerais deixou de gerar bandas de qualidade apenas em vertentes mais extremas. Nos dias atuais a variedade por esses lados é imensa e o espectro de boas bandas vai desde o Hard Rock até o Grindcore. Quem acompanha a cena mineira com mais atenção conhece essa realidade. Vindo de Barroso, o Apple Sin, surgido apenas do ano de 2012, chega apresentando seu EP de estréia, Fire Star, composto de 5 músicas.

A aposta aqui é o Heavy Metal Tradicional, carregado de influência dos principais nomes da NWOBHM, principalmente Iron Maiden na parte instrumental e da carreira solo de Bruce Dickinson nos vocais e já havia me despertado a atenção nos dois volumes que escutei da coletânea Roadie Metal. Sem espaço para invenções e modernidades, apresentam sim, um som datado, mas nem por isso repetitivo ou derivativo, já que sua música possui ótimas melodias, refrões grudentos, pegada mais cadenciada e uma parte rítmica muito pesada (Baixo e Bateria chegam a se destacar mais que a Guitarra em alguns momentos). Claro, existem detalhes a serem acertados aqui e ali, mas são coisas típicas de qualquer banda que está iniciando sua caminhada no meio do Metal. Destaques ficam por conta de “Apple Sin”, “Black Hole” e “Darkness of World”.

A produção e mixagem ficaram por conta do baterista Eduardo Rodrigues e ficou satisfatória, dentro da média para um trabalho de estréia. Mas sem dúvida é o principal ponto a ser melhorado aqui. Não é nada comprometedor, mas um pouco menos de crueza talvez renda resultados ainda melhores ao Apple Sin. Mostrando muita energia, boa criatividade e principalmente, transbordando honestidade e paixão por todos os poros de sua música (sim, isso é perceptível em cada nota aqui), os quinteto mineiro mostra um potencial mais do que latente de crescimento futuro. Mas um grande valor revelado por Minas Gerais para o Metal nacional.

NOTA: 8,0




Nenhum comentário:

Postar um comentário